Edward Cullen

Ahhhh… Quem não quer?! Okay… O cara é um vampiro, chupa sangue! Mas e daí?!
Por acaso os homens normais de hoje em dia são diferentes disso?! [hahaha]
Todos eles sugam nosso sangue, tiram nossas forças e não compreendem a gente. Da mesma maneira que o Edward Cullen não consegue ler os pensamentos de nossa querida mortal! Porém… O Vampirinho fofo tem outras mil e uma qualidades que os outros não têm!
Ele é lindo, perfeito, misterioso… E não dorme! Queridas… Ele não dormeeeee! Isso mesmo! Deveria haver um vampirinho para cada mulher deste mundo, merecemos!

Imaginem só, passar a noite em claro conversando sobre nossos problemas ou sobre a vida… Ou então sobre o mar, o vento… Imaginem como deve ser ter um homem compreensivo do seu lado, que não pensa somente em te fazer de refeição… [ Se é que me entendem ].
Ele sente vontade sim, mas por amor, se controla o máximo possível para não morder a amada. Relaxem, não estou propondo abstinência, até por que não dá pra resistir. E o vampirinho merece, diga-se de passagem… Bem, comigo ele não ia precisar se controlar tanto, no mesmo dia viraria vampira com muito prazer! [ Bota prazer nisso! rs ]
Mai um detalhe: Ele é podre de rico! Nossos problemas acabaram! Afinal, são anos de trabalho né minha gente, ser imortal dá nisso… Coisa chata… [rs]
Ainda tem isso! Ele é imortal e é o vampirinho mais gracioso deste mundo!
Ele é um perigo sim! Mas um perigo que toda melhor desejaria correr com absoluta certeza!

A gente já se arrisca por pouco, por esses “super-heróis de novela mexicana”, que conhecemos em nosso dia-a-dia… Qual o problema de correr o risco de ser sugada e virar vampira, por amor?! Não vejo problema algum… Ia adorar!
Melhor correr o risco de ser mordida por ele, e virar uma vampirinha, do que dar corda para estes “Homens das cavernas” e acabar virando “A Corna” da história! Ou a “Pateta” da Disney… Euhein, me “exclui fora” dessa!

Antes ser “A Vampira que morre de amor” do que ser “A Corna que morre de dor de cotovelo”! [hahahaha]

Papo cabeça… [rs]
– “Papai do céu, fui uma menininha boa, uma criança normal, tirei boas notas a minha vida inteira. Fui a melhor namorada do mundo sempre e mesmo assim levei 4 chutes na bunda… PELO AMOR DE DEUS… Manda um do tipo Edwar Cullen agora?! Por favor… Por favor… Por favor… Juro que serei uma ótima menina nestes anos que me restam… Eu imploooooooro! Obrigada pela atenção, proteja todas as mulheres neuróticas e os vampirinhos românticos deste mundo… AMÉM!”